Foram três horas de caminhada debaixo de sol forte. Milhares de pessoas percorreram a avenida Boa Viagem, na zona sul do Recife, no Sim à Vida, evento promovido no último domingo (21/10) pela Arquidiocese de Olinda e Recife em defesa da vida e contra o aborto. Como o Sim à Vida aconteceu uma semana antes da eleição presidencial, o arcebispo dom Fernando Saburido teve o cuidado de divulgar, dias antes, um vídeo nas redes sociais, orientando os participantes a não usarem camisetas e bandeiras de candidatos, para que a caminhada não tivesse um tom político partidário. A decisão foi enfatizada no discurso de abertura do evento. “O Sim à Vida não é lugar de fazer campanha política; quem quiser defender algum candidato, que faça em outro momento”, disse o arcebispo.

No início do evento, de cima do primeiro dos cinco trios elétricos contratados, dom Fernando explicou que o Sim à Vida nasceu para prestigiar a Semana da Família e o Dia do Nascituro, datas instituídas pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Seu discurso, transmitido ao vivo pela Rádio Olinda, foi reproduzido nos cinco trios espalhados na avenida. O arcebispo repudiou o aborto, o assassinato dos jovens, a fome, o abandono dos idosos, os maus tratos aos animais, o descaso com o meio ambiente. “Em todos esses casos, ferimos a criação de Deus, a vida em abundância que ele nos concede”, disse.

A caminhada, que começou em frente ao Condomínio do Edifício Castelinho e terminou no Segundo Jardim da Avenida Boa Viagem, teve a liderança da Comissão Arquidiocesana de Vida e Família, e contou com voluntários na organização dos grupos e movimentos participantes e na limpeza do evento. Casais da Pastoral Familiar recolhiam garrafas plásticas, papel, latinhas de refrigerante e todo lixo deixado para trás. Um caminhão da Emlurb fez parte do cortejo, entre os trios elétricos, para receber os sacos plásticos cheios de lixo – uma preocupação da Arquidiocese em grandes eventos, como a missa de Pentecostes, no Parque Treze de Maio.

Crianças, jovens, adultos e idosos participaram do Sim à Vida. Algumas mulheres grávidas exibiam suas barrigas, pintadas com o nome do evento. Segundo o padre Rosivaldo Torres, presidente da Comissão Vida e Família, o Sim à Vida alcançou seu objetivo. “Foi um evento feliz, cheio de alegria e paz, 

sem nenhuma intercorrência negativa, que alertou a população para o valor da vida – do nascituro, do homem, dos animais, do meio ambiente – mas que colocou em evidência a problemática do aborto, que está sendo descriminalizado em países mundo afora e discutido no Brasil”, comentou. “A Igreja diz Sim à Vida sempre, diz não ao aborto sempre”, concluiu.

Somente músicas católicas fizeram parte do repertório dos trios, animados pelo padre Damião Silva, padre Rosivaldo Torres e ministério Soul Discípulo, padre Neto Feitosa, Banda Petrus e Comunidade Boa Nova. Dom Fernando Saburido fez todo o percurso no chão, ao lado do povo de Deus, parando para fotos. O evento terminou por volta do meio-dia, com os fiéis rezando a Salve Rainha e uma bênção do arcebispo para os participantes.

Pascom AOR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here