Na manhã deste sábado (17), como todos os anos, a primeira Missa é celebrada na Basílica do Sagrado Coração. Presidida pelo Pe Inspetor Nivaldo Pessinatti, foi concelebrada pelos padres Marcos (Carpina), Marcelo Manoel (Natal), Idelfonso (Salvador), Eneias Andrade (Gramoré), Arlan Braga (Fortaleza), Eudes Barreto (Delegado da AJS), Cezar Teixeira (Recife), José Pereira (Caetés), Cleyton Coutinho (Aliança).

A liturgia foi preparada pelas delegações de Fortaleza e de Matriz de Camaragibe. Um dos marcos da celebração foi a homilia partilhada, onde os padres ressaltaram a importância da perseverança na fé e na oração, baseada no evangelho do dia (Lucas 18, 1-8). Dois jovens da delegação de Gravatá, Laís e Anthony, contribuíram para homilia; falaram sobre as dificuldades dos jovens cristãos e a perseverança dos que já fazem parte da igreja.

Após a Celebração Eucarística, os jovens se dividiram em grupos de acordo com a cor do crachá de identificação (recebido no primeiro dia). Foram direcionados a pontos estratégicos da escola para participarem do momento catequético, organizado pelo Padre Eudes Barreto e equipe central. A catequese foi ministrada pelo Padre Pessinatti, Padre Cezar, Irmã Antoniely e Ir, Andreza, Ir. Abigal e futuras FMA e Padre Eneias.

Festival de Coreografia

Em seguida, já no período da tarde, na quadra Dom Bosco, a animação ficou por conta da delegação do Colégio Sagrado Coração, no Recife. Quatro Delegações se apresentaram no Festival de Coreografias. O evento foi apresentado por Ewerton (conhecido como Catatau) e a Ir. Vera, FMA.Abrindo o Festival de Coreografias, a primeira Delegação a se apresentar foi a Equipe de Dança do Colégio Salesiano de Salvador, com o tema “Bahia de Fé”.

A delegação falou sobre os símbolos da cultura baiana, personagens do cotidiano, que dançam ao ritmo de músicas contadas por intérpretes baianos; a segunda casa a se apresentar foi o Colegio Mazzarelo (Recife) com o título “Jovens, desperta tu que dormes! ”Um grupo de jovens busca alertar outros jovens do perigo que é a sua escolha de se afastar de Deus. Com seu exemplo e valores, um grupo de jovens leva a mensagem de Deus para outros jovens que estão confusos e sem sentido para a sua vida.

A delegação de Fortaleza, que foi a terceira casa a se apresentar, trouxe como tema “Qual a sua essência?” Mostraram a ideia de livre arbítrio na perspectiva juvenil. Deus nos fez livres para tomarmos as nossas próprias escolhas e com elas, as suas consequências.

A última delegação a se apresentar foi a AJS Aracaju (Colégio Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora e Pároquia), com o tema: “Povo Nordestino: tradição, cultura e fé.” Uma manifestação artística apresentada pelos alunos e ex-alunos sobre as tradições populares, a cultura e a religiosidade católica dos nove estados do Nordeste e de seu povo que é o maior patrimônio dessa nação.

A programação deste sábado, 17 de novembro, foi um sucesso, acompanhado por mais de mil jovens, na quadra Dom Bosco. Nathália Estanfa, 17 anos, da delegação do Colégio Mazzarelo- Recife, contou como foi a experiência de participar pela primeira vez, relatando que a dança também é uma maneira de buscar a santidade: “O festival superou todas as minhas expectativas, foi bem melhor do que imaginava e está sendo incrível! Eu sou bem tímida, mas a experiência de dançar foi ótima. Uma maneira de buscar, também, a santidade e evangelizar os jovens.”

Após o Festival de Coreografias, houve as atividades variadas, entre elas: Polo artístico: dança, música, teatro e stand up. O festival é um evento que proporciona aos jovens a reconciliação, o sacramento da confissão. Chamado Pátio da Misericórdia, os padres Nivaldo Pessinatti, Marcelo, Cezar, Arlan, Antenor e o bispo Dom Edvaldo Amaral, ajudaram os jovens a se reconciliar com Deus.

Um dos destaques, foi a Tenda Vocacional, organizada pelo Padre Cezar teixeira, pelas irmãs Filhas de Maria Auxiliadora e aspirantes. A programação da tenda foi bem diversificada nos três dias de Festival: Animação (brincadeiras, músicas e dinâmicas) Retalho da história dos santos salesianos e adoração ao Santíssimo Sacramento (Hora Vocacional).

Festival de Teatro no Teatro Boa Vista

À noite foi bastante animada. Os apresentadores Osvaldo (Aracujo) e Magda (Natal) homenagearam o querido Chacrinha, cujo nome é Abelardo Barbosa. Abrindo o festival de teatro a delegação de Picos – Piauí, que se apresentou pela primeira vez, trazendo de forma bem humorada um conto típico do cotidiano local.

A segunda casa a se apresentar foi a AJS Instituto Maria Auxiliadora, de Natal, fazendo uma homenagem a um salesiano fundamental para a origem da AJS local, o tão querido Gigi.

Os pré- noviços e a delegação do Juazeiro do Norte fizeram uma belíssima apresentação homenageando o Padre Cícero e contando a história da chegada dos salesianos ao Juazeiro do Norte.

A AJS Gramoré foi a última delegação a se apresentar encerrando o Festival de Teatro.  Em seguida, os jovens acenderam velas e foram para a frente do Teatro para o início do momento da Adoração ao Santíssimo Sacramento, onde caminharam por diversas estações, encenadas pelos jovens das delegações, que retratavam situações que clamavam a fé, a salvação e o perdão – até chegarem à frente da Basílica do Sagrado Coração para viverem o tão esperado momento de Adoração com o Padre Demontier, SDB.

COBERTURA FOTOGRÁFICA

Sábado, 17 de Novembro – 2º dia do Festival

– Flikr AJS Nordeste:

IMG_8778

– Flikr Equipe Suporte de Comunicação AJS:

https://bit.ly/2OToKYo

Sexta, 16 de Novembro – 1º dia do Festival

– Flikr AJS Nordeste:

1º Dia do FJS 2018

– Flikr Equipe Suporte de Comunicação AJS:

https://bit.ly/2OToKYo

Por Gabriela Britto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here